DEPUTADA AO PARLAMENTO EUROPEU

EUROPA COM O MINHO NO CORAÇÃO

Contra a detenção de crianças não acompanhadas na Grécia

Os eurodeputados enviaram uma carta ao Primeiro-Ministro da Grécia manifestando a sua preocupação com a detenção de crianças migrantes não acompanhadas em esquadras de polícia e centros de pré-retirada sob o regime de “custódia protetora”.

 

Esta prática expõe as crianças a condições insalubres e degradantes e ao risco de abusos. Em entrevistas, crianças nesta situação diziam dormir frequentemente sem colchão, privadas do saneamento básico adequado, da higiene e da privacidade, não sendo autorizadas a sair das suas celas.

 

Os eurodeputados pedem que, tal como previsto no direito internacional, no direito europeu e no direito nacional grego, seja assegurado o interesse superior da criança. Instam o governo grego a assegurar que as crianças não acompanhadas atualmente detidas sejam urgentemente libertadas e transferidas para instalações mais adequadas e incentivam à alteração da lei grega para que estas situações não se repitam.