DEPUTADA AO PARLAMENTO EUROPEU

EUROPA COM O MINHO NO CORAÇÃO

“A VITIVINICULTURA É MAIS DO QUE ECONOMIA”

 

ISABEL ESTRADA CARVALHAIS SALIENTA A IMPORTÂNCIA DAS FERRAMENTAS E APOIOS AO NÍVEL EUROPEU PARA UM SETOR QUE É FUNDAMENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL 

 

O vinho e a vinha são mais que um setor económico, são cultura, história e paisagem, peça indispensável na vivência de tantas e tão diversas zonas rurais europeias”. Foi com esta afirmação que Isabel Estrada Carvalhais defendeu – com a sua intervenção na Comissão da Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu, no âmbito da apresentação pela Comissão Europeia de uma avaliação das medidas europeias para o sector – o apoio a este sector chave da agricultura portuguesa.

 

A deputada portuguesa julga importante continuar a apoiar a competitividade deste sector, privilegiando a qualidade e valorização do produto, sempre promovendo a moderação no seu consumo.
A vitivinicultura, sendo um dos sectores agrícolas mais fortes a nível Europeu, é também um dos mais afetados pela pandemia. Considera mesmo que “este setor tem vindo a aguentar-se com grande dificuldade, muito graças à força e prestígio da sua presença em mercados externos”. Para Carvalhais “é preciso continuar a apoiar o setor neste momento difícil, assegurando a continuidade de medidas excecionais de combate à crise e a aposta nas atividades de promoção”.

 

Isabel Carvalhais defende apoios e ferramentas que promovam e respeitem a diversidade das produções e as direcionem num sentido de maior sustentabilidade ambiental. “E não nos esqueçamos do riquíssimo património genético das nossas castas, onde poderão estar escondidas ainda chaves para a resistência a doenças e às alterações climáticas”, acrescentou.